Diretor jurídico do Vitória admite tranquilidade sobre o caso Victor Ramos

Diretor jurídico do Vitória admite tranquilidade sobre o caso Victor Ramos

, às 18h34 (atualizado em 20/03/17, às 21:56)
2046
0
Comunicar erro
COMPARTILHE
Foto: Marcello Góis/Arena Rubro-Negra

O caso Victor Ramos voltou à tona após a definição da data do julgamento do recurso do Internacional no Tribunal Arbitral da Esportes (TAS). O Vitória e o Internacional foram notificados do julgamento no próximo dia 4 de abril.

O Internacional entrou com um recurso no Tribunal após a procuradoria do STJD não aceitar a denúncia do time colorada. Quanto a isso, o diretor jurídico do Vitória, Augusto Vasconcelos, admitiu total tranquilidade.

“O que o Inter tem feito é uma tentativa de reverter um resultado de campo através de uma gincana jurídica. Nós fizemos os procedimentos de acordo com a orientação da CBF. A ação do TAS é contra a CBF e o Vitória aparece como um terceiro interessado. Estamos absolutamente tranquilos”, disse Vasconcelos ao Correio do Povo.

Augusto afirmou que não teme que o Vitória seja rebaixado com a decisão do TAS. “O nosso planejamento está mantido. Temos convicção de que não haverá qualquer mudança”, revelou Augusto.

O Vitória estreia no Campeonato Brasileiro contra o Avaí, em Santa Catarina, em data a ser definida pela CBF.

COMPARTILHE
Fundador do Arena Rubro-Negra, estudante de Engenharia de Produção e goleiro nas horas vagas. Vitória em qualquer ocasião