Início Artigos Vitória chega ao 5º técnico na temporada em luta contra um novo...

Vitória chega ao 5º técnico na temporada em luta contra um novo rebaixamento

A chegada de Geninho foi anunciada em setembro, e os torcedores do rubro-negro finalmente conseguiram sorrir.

183
Foto: Marcello Góis / Arena Rubro-Negra

O veterano Geninho é o quinto nome a assumir o cargo de treinador do Vitória na temporada. Por conta dos altos e baixos na Série B, a diretoria do clube sofreu para achar alguém que conseguisse extrair o melhor do elenco rubro-negro. Com pouco mais de um mês, o comandante atual parece ter agradado torcedores e dirigentes. Porém, será preciso escapar da zona de rebaixamento até o final da 38ª rodada para ter certeza de que as trocas foram a melhor opção para o rendimento dentro de campo.

No início de 2019, a aposta do Vitória foi no experiente Marcelo Chamusca, que havia assumido a equipe em dezembro de 2018. Porém, o relacionamento não durou muito tempo e o comandante acabou sendo demitido em março deste ano. A péssima campanha no Campeonato Baiano, assim como o péssimo futebol, foram determinantes para a troca. Só que a diretoria iria sofrer por essas mudanças.

Claudio Tencati chegou para resolver os problemas e logo de cara não conseguiu resultados. O início do Vitória na Série B não foi positivo, e a equipe viu o fantasma do rebaixamento apenas crescer. Os dirigentes agiram e contrataram Osmar Loss, que teve como maior feito na carreira treinar o Corinthians em 2018. Ele também fracassou, ficou menos de três meses e deu lugar para o desconhecido Carlos Amadeu.

O antigo treinador da Seleção Brasileira Sub-20 era uma aposta para tentar fazer o time reagir na tabela, mas também não funcionou. A chegada de Geninho foi anunciada em setembro, e os torcedores do rubro-negro finalmente conseguiram sorrir. Em pouco mais de um mês, ele conseguiu resultados positivos e tirou o Vitória do Z4. A dúvida é se o rendimento vai continuar sendo positivo até o final da temporada.

Mais gols

Foram duas vitórias, dois empates e apenas uma derrota nos primeiros jogos sob o comando de Geninho. Com isso, a luta contra o rebaixamento se mostrou mais fácil até o final de dezembro. A previsão de futebol para a Série B parecia pessimista para o Vitória, mas os bons resultados mudaram este cenário. Resta conseguir transformar esse otimismo em resultados e, principalmente, em pontos. 

A principal mudança veio na parte ofensiva do time, que voltou a marcar gols nas partidas. O Vitória possui um dos piores ataques da Série B, tendo marcado 28 gols até o final da 28ª rodada, ou seja, a média de apenas um gol por jogo. Porém, na vitória por 3 a 1 contra o Cuiabá, no dia 12 de outubro, a equipe não teve posse de bola e mesmo assim foi efetiva no ataque. Jordy foi o destaque da partida, com dois gols marcados.

Até o final da temporada, o Vitória busca se afastar do Z4 e conseguir, pelo menos, uma posição no meio da tabela da Série B. A ideia de um novo rebaixamento, após cair no Brasileirão em 2018, é inaceitável para os torcedores. Geninho pode ser a saída, porém é preciso tirar algumas lições da péssima temporada do time até aqui. A mudança constante na comissão técnica nunca será algo positivo, por isso é necessário ter um planejamento para a próxima temporada e assim lutar por um lugar na elite nacional.


Deixe sua opinião