Início Colunas Curtas Curtas: Cada macaco no seu galho

Curtas: Cada macaco no seu galho

às 8h00 (atualizado às 11:01 de 21/04/17)
1120
0
COMPARTILHE

No Vitória, tudo é confusão. É hora de explicar a licitação.

A Gênesis – O Vitória estava sem produtora para o programa do Premiere. A Globosat disponibilizou um valor anual para a contratação de uma empresa para fazer os programas. Até o ano passado, a responsável era a Flávia Filmes.

A Gênesis(2) – Diante disso, o Vitória tinha alternativa de fazer concorrência simples ou carta – convite. Para estabelecer a transparência no processo, a diretoria de marketing decidiu estabelecer a licitação.

O desenrolar – Sete empresas foram convidadas, mas somente três participaram. #descubra: Se a licitação era pública, porque não houve divulgação?

O desenrolar (2) – No edital, o preço foi estabelecido em 356.200,00 para os serviços de produção do programa, live nos jogos de basquete, transmissão dos jogos no placar no Barradão…

O desenrolar (3) – A licitação foi do tipo Menor Preço Global. Ou seja, “quando o critério de seleção da proposta mais vantajosa para a Administração determinar que será vencedor o licitante que apresentar a proposta de acordo com as especificações do edital ou convite e ofertar o menor preço.” – Artigo 45 da lei 8.666/93 (Lei das Licitações).

Colocando os pratos na mesa – A RC Cinema, a GBX Comunicação e a Macaco Gordo Publicidade e Comunicação apresentaram as propostas de preços e passaram por três analises: Visita técnica, entrevista e mercado.

Colocando os pratos na mesa (2) – Resumo da ópera: a Macaco Gordo ganhou com uma margem boa de pontos para as outras duas. O preço da vencedora e da segunda colocada foi o mesmo: 356.200,00, contudo a GBX colocou 311.838,96.

Entendeu? – Na categoria de menor preço global, o vencedor é aquele que apresentar a proposta dentro do edital e menor preço, logo seria a GBX, mas deu Macaco Gordo.

Conclusões – Isso foi o suficiente para a GBX reclamar e o Vitória suspender a licitação por intercorrências no processo por conta da lei das Licitações: ou seja, depois de feita, se atentaram para o fato de que a lei só se aplica para empresas públicas.

Conclusões (2) – A GBX Comunicação é a responsável pela Flávia Filmes, que fazia os programas antigos. Ela tem ligações com antiga gestão do Vitória.

Conclusões (3) – Vencedora, a Macaco Gordo comunicou a retirada do processo e esbravejou: “a Macaco Gordo renuncia e comunica a desistência até que se tenha um processo de escolha mais claro, que não prejudique nem levante qualquer questão referente ao processo licitatório.”

Conclusões (4) – A pergunta que fica é: Quem fez a licitação? Já que fizeram a licitação, porque não seguiram à risca?

E agora? – O Vitória irá definir na próxima semana como irá escolher a nova empresa para a TV Vitória. Boa sorte aos envolvidos.

SMV Netflix – O SMV terá várias novidades: pagamento via boleto e recorrência. Além disso, o sócio pagará o que consumir: modelo netflix.

Antes de encerrar:

Correção – Na última Curtas, falei que Eric Oortman era conselheiro. Errei. Ele é sócio.

Explicação – Também na última Curtas falei que a seleção dos mascotes para entrar nos jogos era feita via QI. O excesso de crianças é gerado pelos jogadores que levam conhecidos extra lista e supera o número de 22 por jogo. Inclusive, o Vitória é multado cada vez que passa.

COMPARTILHE
Ítalo Oliveira
Fundador do Arena Rubro-Negra, estudante de Engenharia de Produção e goleiro nas horas vagas. Vitória em qualquer ocasião