Início Colunas Curtas Curtas: Os amigos são para as ocasiões

Curtas: Os amigos são para as ocasiões

às 6h00 (atualizado às 00:39 de 10/03/17)
936
1
COMPARTILHE

É na base que se faz base? – O Vitória vem promovendo uma verdadeira limpeza na base. Saem os profissionais antigos com formação acadêmica, como Hamilton Mendes, para as entradas dos profissionais da bola como Ferreira, Rodrigo Chagas e Junior Pipoca, por enquanto estagiário.

É na base que se faz base? (2) – Aliás para o ex-treinador do Vitória, Ferreira, foi criada uma categoria sub-18. Chagas assumiu o sub-17. Ou seja, as duas estão em faixas etárias bem próximas. A propósito, só o Vitória tem sub-18.

É na base que se faz base? (3) – Por coincidência, as despesas com a base reduziu do orçamento divulgado em dezembro para o orçamento divulgado no site oficial: no último ano de 2016, o valor destinado era de 7,8 mi e foi reduzido para 2,8 mi.

Outras mudanças – Seguindo na mesma onda, o orçamento de dezembro previa cerca de 7,6 mi do patrocínio da Caixa e 3,1 mi de patrocínios diversos. Em janeiro, a Caixa caiu para 5,4 mi e os patrocínios para 2 mi. O que aumentou foi a venda de jogadores que saiu de 8,4 mi para 9,6. Ou seja, a base pagou o pato.

E a tal transparência? – O Vitória divulgou o edital de convocação para a reunião do Vitória S/A. A empresa do “quartinho em Lauro de Freitas” tem como único sócio o Esporte Clube Vitória.

E tal transparência? (2) – Explica-se: O Vitória S/A está em estado de liquidação, ou seja, só existe para administrar as dívidas trabalhistas e para isso foi constituído um Conselho de Administração com mandato até 2018, cujo o presidente é Claudio Figueiredo.

E tal transparência? (3) – Figueiredo recebe os vencimentos de 3,4 mil para administrar os passivos. Com a mudança na gestão do único acionista, propôs a troca do presidente.

E tal transparência? (4) – Apesar do edital e da convocação, a reunião não decidiu nada. Houve uma grande divergência sobre o nome do novo presidente e da remuneração. Aguardemos cenas dos próximos capítulos.

Avisos aos navegantes – Tanto na minuta do estatuto quanto no ticket do estacionamento, o escudo do Vitória está errado. O novo estatuto é aquele com o 1899 embaixo.

Dito isso, falamos disso – AGE, que acontecerá no dia 08 de abril, será meramente homologatória. Ou seja, quem apresentou as emendas até ontem, beleza. Senão…

Democrático – O presidente Paulo Catharino anda trabalhando nos bastidores para que a paz reine nos bastidores rubro-negros.

Pauteiro – O presidente Ivã de Almeida anda contente com o desempenho do time. A CBF publicou uma matéria em seu site falando sobre o clube e o presida mandou para os setoristas. Só não se atentou que era release do preparador físico.

COMPARTILHE
Ítalo Oliveira
Fundador do Arena Rubro-Negra, estudante de Engenharia de Produção e goleiro nas horas vagas. Vitória em qualquer ocasião
  • José neto

    Um time que investe na base terá seu retorno á médio prazo.Outra alternativa seria buscar olheiros em todos os bairros e municípios sem precisar de empresários de jogador para intermediar.Cadê o convênio prometido com um time europeu? Caso não consiga, os Chineses estão com grana para investir.