Início Colunas Memórias do Leão Osmanovic… o segundo sérvio

Osmanovic… o segundo sérvio

2173

De tempos em tempos, muitos gringos fizeram parte dos grandiosos elencos rubro-negros. Conquistando títulos ou não, esses jogadores estrangeiros ficaram famosos por vestir o manto vermelho e preto. Tradicionalmente, o Vitória é responsável por trazer o primeiro jogador de fora do país para a Bahia, e desde os anos 70, o clube tem pelo menos um jogador não-brasileiro de destaque por década.

A exemplo dos anos 80, quando o nigeriano Ricky foi destaque com o Vitória, anos depois, o clube contratou outro jogador da Nigéria. O sucesso não foi o mesmo e a situação se repetiria entre os sérvios entre os anos 90 e 2000. Acontece que após ter logrado grandes êxitos com a vinda de Petkovic entre 1997 e 1999, o Leão da Barra procurou novamente em terras do Velho Continente por um jogador que, embora desconhecido, pudesse ser uma grata surpresa. E encontrou inclusive um xará.

Dejan Osmanovic nasceu na antiga Iugoslávia, em 29 de janeiro de 1973. O sérvio iniciou sua carreira jogando em times do seu páis como o Dínamo Vranje e o Hadjuk Kula. Depois, passou pelo futebol espanho e novamente pelo seu país, antes de chegar ao Vitória em meados de 2001.

Apesar da promessa, o atleta não fez grande temporada com o Leão. Atacante, Osmanovic estreou por volta de julho em jogo contra o ABC, mas só viria a marcar seu primeiro gol em novembro, em empate em 1 a 1 com o Santa Cruz, pelo Campeonato Brasileiro. No jogo seguinte, o sérvio marcou na derrota por 4 a 2 para o Atlético-PR. Os dois gols seguidos que indicavam desencanto, cessaram por aí. Ele viria a marcar novamente em 2002 na estreia da Copa do Nordeste, em goleada por 4 a 0 sob o Sergipe.

O gringo encerrou a passagem pelo Vitória naquele ano, com 16 jogos disputados. Voltou ao Hadjuk Kula e encerrou a carreira no futebol sérvio por volta de 2011.


Deixe sua opinião