Início Jogos Análises Análise de VIT X BOT: Sétimo 0 a 0 e contando…

Análise de VIT X BOT: Sétimo 0 a 0 e contando…

O Leão não vence há cinco rodadas e o empate deixa o time há três pontos do Brusque e há seis do 15º, o Cruzeiro.

231
Pietro Carpi/ Divulgação Vitória

O sentimento de jogar a toalha está grande para o torcedor rubro-negro. O Vitória jogou ontem contra o Botafogo em partida válida pela 27ª rodada da Série B em 2021. E o cenário não muda: 0 a 0 e a Série C cada vez mais próxima.

É muito difícil para um clube da grandeza do Leão estar passando por um período de baixa de gols tão grande e sem perspectivas. Para quem já viu Petkovic, Ramon Menezes e tantos outros, inclusive Nadson e Allan Dellon que atuam no Futebol Master, assistir a um time tão ruim do meio pra frente é muito difícil.

E eu não vou culpar o técnico Wagner Lopes pela escalação: colocou Pablo Siles, João Pedro e Guilherme Rend no meio (três volantes), colocou Roberto como ponta (mais para quarto homem de meio campo). É o que o elenco do Vitória tem hoje. Um elenco mal montado e planejado, mais uma vez, pela péssima e incompetente diretoria do clube.

Ah, mas por que não optou por Eduardo no meio? E Ronan? Infelizmente, se passaram três treinadores só em 2021 pelo Leão e os jogadores não se firmaram ou não tiveram oportunidades, algo acontece. Segundo o técnico, os dois estão trabalhando e precisam melhorar para entrar na equipe.

O que dá para falar de menos pior do time é que o lateral-esquerdo Renan Luís, novo contratado, fez bons cruzamentos e parece que vai ajudar em algo nessa reta final.

O meia Bruninho também jogou razoavelmente bem em comparação ao que ele e Soares tem feito ultimamente. Talvez nessa nova formação mais 4-4-2 ou 4-5-1, ele renda um pouco melhor. E é isso.

Esquema Tático

O que é mais perceptível é que, sem atletas que passem segurança no setor, é melhor mesmo jogar sem os tradicionais três atacantes. Talvez uma formação com Rend, Pablo, Fernando Neto e Bruninho dê um pouco mais de qualidade no meio para que a bola chegue com mais qualidade na frente. É triste, mas é o que temos para hoje.


Deixe sua opinião