Início Matérias Questionamentos, quase demissão e recordes: os 50 dias sem derrota do Vitória

Questionamentos, quase demissão e recordes: os 50 dias sem derrota do Vitória

às 18h00 (atualizado às 18:05 de 27/03/17)
4418
6
COMPARTILHE
Foto: Moysés Suzart/EC Vitória

Desde que desembarcou na capital baiana para ser técnico do Vitória, em setembro do ano passado, mas mais especificamente neste ano, Argel Fucks se acostumou às críticas e questionamentos acerca do seu trabalho. Ora por sua filosofia de jogo, na maioria das vezes reativa e centrada na defesa, de jogo pouco vistoso, ora por seu forte temperamento, designado por alguns como o de um treinador clássico, parceiro dos seus atletas, mas que ao mesmo tempo assume o papel de comandante.

No Vitória, principalmente desde que passou a ter um elenco mais repleto de opções, o treinador também tem chamado a atenção pelas constantes alterações na equipe titular. Apesar de agora vermos amadurecer um time, não vinha sendo comum vê-lo repetir um onze inicial no princípio da temporada. O próprio Argel prega, em suas coletivas, que todos têm a sua total confiança e conseguirão suas chances na equipe. Trata-se da tal rotatividade.

Apesar de ainda carecer de um padrão de jogo estabelecido, um fator, no entanto, tem se tornado inquestionável: os resultados. Esses que, por muitas vezes, não são suficientes para uma boa avaliação do torcedor mais crítico.

No início deste mês, Argel chegou a enfrentar uma situação incomum, chamada por alguns de “quase demissão”. Ressaca pós-carnaval, e apesar da vitória por 1 a 0 sobre o Galícia, no estádio de Pituaçu, a torcida rubro-negra vaiou a equipe pela atuação abaixo do esperado. Um dos maiores criticados acabou sendo o treinador. Após o jogo, o diretor de futebol Sinval Vieira foi até os vestiários, mas depois se apressou em ir também aos microfones para negar tal risco de demissão, alegando que estava apenas expondo sua insatisfação com a atuação da equipe naquela noite.

O Vitória na temporada 2017:

Créditos: ogol.com.br

Às vésperas de jogar a primeira partida de mata-mata desta Copa do Nordeste, contra o River, em Teresina, e de uma sequência de jogos importantes, Argel atinge a expressiva marca de 50 dias sem sofrer nenhuma derrota. Outras marcas estão sendo quebradas, a mais recente delas veio no domingo passado (19), vitória por 1 a 0 sobre a Jacuipense. Após igualar sua melhor sequência invicta num Campeonato Baiano, o rubro-negro superou a marca nessa partida, chegando a sete vitórias. Aumentou este número para oito. Garantiu também a classificação antecipada às semifinais do estadual. Neste ano, são nove jogos oficiais no Barradão (dez no total), com nove vitórias. O último revés foi contra o Palmeiras, em dezembro.

O Vitória nos últimos 50 dias:

  • 12 vitórias e 2 empates
  • Campeonato Baiano: 6v
  • Copa do Nordeste: 3v, 1e
  • Copa do Brasil: 3v, 1e
  • 27 gols marcados, 7 gols sofridos

É certo que a equipe de Argel Fucks tem sido pragmática e, em muitos momentos, não apresenta um futebol vistoso, mas também é fato que a consistência dos resultados tem lhe garantido cada vez mais proteção no cargo.

COMPARTILHE
Matheus Andrade
Estudante de comunicação e amante do bom jornalismo. Aficionado por esportes, em especial o futebol, seja ele de onde for. Sócio SMV.
  • jorge fernando

    Perai,e esse o time para o Brasileirão? Tamos fritos.Jogamos com série D

  • jorge fernando

    Ganhar de 1×0 e para rir

  • jorge fernando

    Abre o olho ,gente.O buraco e mais embaixo.

  • jorge fernando

    Vou dar o prazo para jogo com Jahia.Se perder pra essas porcarias,Tamos ruins

  • jorge fernando

    Argel e transpiração e pouca inspiração(inteligência)

  • José neto

    Nem Mourinho que nunca jogou bola, aprovaria este elenco.Esta diretoria composta por vários amadores, estão destruindo nosso clube queimando dinheiro com contratações pífias e alguns hóspedes do estaleiro pra recuperação.Ou estão esbanjando dinheiro, ou devemos contratar toda diretoria doa chapecoense e pedir para eles ensinarem como se monta um time.Sigam bons exemplos que alguma mudança acontecerá.Estes canalhas estão destruindo nosso clube.