Início Colunas Memórias do Leão Os ‘Índio’s’ do Vitória

Os ‘Índio’s’ do Vitória

517

Neste Dia da Resistência Indígena, a coluna Memórias do Leão relembra os ‘Índio’s que passaram pelo Vitória. Esses atletas figuraram com a camisas do Leão entre as décadas de 90 e 2000. O mais recente deles, é ídolo da nação rubro-negra até os dias de hoje e mostrou que com ele em campo, todo dia era dia de Índio!

1 – José Sátiro

Revista Placar destaca a passagem de José Sátiro pelo Vitória em 1996. (Foto: Placar)

José Sátiro nasceu na Aldeia Xacuru-Kariri, na cidade de Palmeira dos Índios-AL, em 03/04/1979. Sua tribo migrou entre muitas cidades do Brasil, e foi em Paulo Afonso-BA que ele foi levado para as categorias de base do Vitória em 1995 após ser descoberto por um técnico do clube, aos 16 anos. Filho de um cacique, o atleta desenvolveu-se no Leão da Barra como lateral direito mas foi revelado profissionalmente pelo Corinthians em meados de 1999.

2 – Josué Ferreira Filho (Índio Alagoano)

Índio figurou na zaga do Vitória no ano de 2002.

Josué Ferreira Filho nasceu em Arapiraca em 17/07/1974. Conhecido como Índio Alagoano e também Índio Ferreira, atuava como zagueiro e defendeu o Vitória no ano de 2002 em cerca de 30 jogos com a camisa rubro-negra. Após a passagem pelo clube, jogou no futebol israelense e encerrou posteriormente a carreira no Náutico. Hoje é o atual técnico do Doce Mel.

3 – Antônio Rogério Silva Oliveira (Índio)

Após passagem pelo Ipitanga, Índio detonou adversários pelo Vitória em 2006 e 2007 e conquistou a torcida rubro-negra. (Foto: Placar)

Natural do município de Itatira-CE, Antônio Rogério Silva Oliveira, o Índio, nasceu em 21/11/1981. Chegou ao Vitória por volta de 2005 após passagem pelo time do Ipitanga. Foi no Leão que ele se consagrou com os apelido de Índio, fazendo 68 gols em 133 jogos, dos quais quatro foram em um clássico BaVi terminado em 6 a 5, em que distribuiu ‘flechadas’ para a torcida rival. Na época, Índio, ficou também conhecido pelo apelido de cacique.

Extra

O Vitória ainda teve outros dois atletas denominados Índio. O primeiro jogou no clube em 1968 após passagem pelo futebol mineiro e o segundo era o zagueiro Paulo César Casemiro, que defendeu o clube em 1982.


Deixe sua opinião