Início Notícias Conselho Deliberativo do Vitória publica resolução sobre taxa dos conselheiros

Conselho Deliberativo do Vitória publica resolução sobre taxa dos conselheiros

740
Maurícia da Matta/ECV/Divulgação

Nesta segunda-feira (4), primeiro dia útil do ano de 2021, muita gente retornou aos trabalhos e afazeres após o fim de ano. O Vitória voltou no domingo mesmo a campo e empatou contra o Operário-PR em 1 x 1 no Barradão. Internamente os trabalhos retornaram e muitas coisas foram oficializadas, como a taxa compulsória dos conselheiros do clube.

O Conselho Deliberativo, em nome do presidente Fábio Mota, publicou a Resolução 01/2021 que estabelece os valores, formas de pagamento e vencimentos da Contribuição Compulsória de Conselheiros, entrando em vigor a partir desta segunda (4). O pagamento será anual, baseando-se nos artigos 36 e 38 do Estatuto do Vitória. Para isso, foi realizada uma reunião, ocorrida no dia 21 de dezembro onde 63% dos presentes (que corresponde a 41 pessoas) votaram a favor da implantação da taxa.

Sendo assim ficou definido:

  • À vista: no valor de R$1.000,00 até o dia 31 de janeiro, podendo ser pago através de transferência bancária na conta corrente do Esporte Clube Vitória ou através de cartão de débito nas loja SMV (Sou Mais Vitória) do Capemi;
  • Parcelado: no valor de R$1.200,00, em 12x com parcelas no valor de R$100,00. A primeira até o dia 31 de janeiro. Há duas formas, sendo uma através de cartão de crédito (também na loja SMV do Capemi) ou através de transferência bancária, onde mensalmente deverá depositar o valor parcelado.

Segundo a resolução, será concedido um desconto de até 50% para os conselheiros que liquidarem até os respectivos vencimentos, independente das formas de pagamento, numa forma de manter adimplentes.

Ainda não foi manifestada de forma oficial pelo Conselho Deliberativo se, caso o conselheiro não realizar o pagamento da contribuição, há o risco de perder o mandato. Porém, de acordo com o art. 37, inciso III, o conselheiro poderá perder a condição caso não cumpra com as obrigações estatutárias por seis meses e a taxa pode ser incluída nessas obrigações.


Deixe sua opinião