Início Especiais Listas Retorno à Série A e anos de estabilidade

Retorno à Série A e anos de estabilidade

De 1992 a 2003, a volta para a Série A e os anos de estabilidade na elite

às 14h00 (atualizado às 11:29 de 21/11/16)
710
COMPARTILHE
Pichetti e Amaral, final de 1993. Imagem: UOL Press

Na primeira parte do especial descenso, mostramos os primeiros anos do leão na luta contra o rebaixamento até a queda em 1991.

https://arenarubronegra.com/especiais/listas/inicio-seguidas-lutas-e-um-rebaixamento/

Nessa segunda parte trazemos a volta para a Série A e os anos seguintes, mais de uma década com raras ameaças de rebaixamento

1994 – Em 1992 o Vitória jogou a B e subiu, perdendo a final para o Paraná. Em 1993 a campanha memorável que só parou na final contra o esquadrão montado pela Parmalat para o Palmeiras. Em 1994, o velho filme voltou e novamente com um regulamento curto: quatro grupos de seis times, de jogos na primeira fase. Os quatro melhores avançando, os dois últimos indo para a repescagem. Como lanterna do Grupo B, com apenas uma vitória em dez jogos (na última rodada sobre o Botafogo), restou ao Vitória encarar a repescagem. Na temida repescagem, oito times e 14 jogos, com os dois piores caindo e os dois melhores avançando para a fase final. Na repescagem o Vitória começou mal, perdendo 3 dos primeiros quatro jogos, mas conseguiu se recuperar logo. A salvação veio definitivamente na penúltima rodada após vencer o Remo fora de casa. O leão terminou a repescagem em terceiro e faltou pouco para se classificar. Caíram Remo e Náutico

1995 – O campeonato de 1995 começou com uma novidade: a vitória passaria a valer três pontos e não mais dois como sempre foi. O que não foi novidade foi a luta do Vitória contra o descenso. Porém, a salvação veio com alguma facilidade, já que os rivais diretos se esforçaram mais que o leão para cair. O União São João só venceu dois dos seus 23 jogos e afundou logo. A outra vaga ficou entre Vitória e Paysandu. O time paraense venceu apenas um dos seus últimos 17 jogos. Mesmo assim o leão teve dificuldade: com apenas um triunfo nos últimos cinco jogos, se salvou apenas na penúltima rodada, quando a diferença de quatro pontos se manteve e não poderia mais ser mudada. Caíram União São João e Paysandu.

De 1996 em diante o Vitória passou anos mais tranquilos na Série A, ficando muitas vezes no meio de tabela sem conseguir objetivos maiores por falhas na reta final. Em 1996 o leão fez apenas um ponto nos últimos 5 jogos. Em 1997, ficou a um ponto do G8. Em 1998, quatro pontos nos últimos seis jogos impediu a classificação. Em 1999 o leão fez um campeonato brilhante que parou somente nas semifinais contra o Atlético-MG

Em 2000 a regularidade do futebol nacional foi quebrada e os rebaixamentos cancelados. Em 2001 o rebaixamento voltou mas o leão ficou no meio da tabela, fazendo apenas cinco pontos nos últimos seis jogos. Em 2002 quase a classificação veio, mas o leão ficou a três pontos da vaga. Em 2003, primeiro ano dos pontos corridos, nova campanha de meio de tabela que poderia ter sido melhor, não fosse o final ruim de apenas quatro pontos nos últimos sete jogos

Na galeria, todas as imagens são do blog Vitória Eternamente, exceto quando indicado ao contrário

 

COMPARTILHE
Apenas uma equipe de estudantes e profissionais de diversas áreas, sobretudo, torcedores rubro-negros, igualmente a quaisquer outros, apaixonados fervorosamente pelo Esporte Clube Vitória.
Anunciante

Deixe sua opinião